Élio Leal

facebook Instagram Youtube

Conservatório de Música da Metropolitana

Corpo Docente


Élio Leal

Élio Leal


ORQUESTRA JUVENIL METROPOLITANA


 

Élio Anes Leal nasceu no Bombarral em 1986. Iniciou os estudos musicais com 11 anos de idade na Escola de Música do Círculo de Cultura Musical Bombarralense. Frequentou o Conservatório de Música de Caldas da Rainha e, posteriormente, a Escola de Música Nossa Senhora do Cabo, onde concluiu o Ensino Complementar de Música, na variante de Trompete. Iniciou os estudos de Direção Musical em 2003, tendo desde então trabalhado com os maestros Jean-Marc Burfin, Jean-Sébastien Béreau, Jo Conjearts, Lior Shambadal, Timothy Reynush, Mark Heron, Johannes Schlaefli e Scott Sandmeier. Estudou Direção Coral e Repertório Operático com Enza Ferrari e Giovanni Andreoli.

               

Em diferentes contextos, teve a oportunidade de dirigir agrupamentos como a Orquestra Sinfónica de Chipre, a Orquestra do Algarve, a Orquestra de Cascais e Oeiras, a Orquestra Académica Metropolitana, a Orquestra de Câmara do Luxemburgo, a Orquestra Clássica do Sul e as Percussões da Metropolitana, entre outros.

               

Desde 2005, é maestro da West Europe Orchestra, orquestra de jovens que fundou e com a qual foi vencedor nacional da 1.ª edição do Prémio Carlos Magno para a Juventude, em 2008, representando Portugal neste importante concurso organizado pelo Parlamento Europeu e pela Fundação do Prémio Internacional Carlos Magno de Aachen (Alemanha). O projeto foi distinguido pelo então Presidente do Parlamento Europeu, Hans-Gert Pottering, e pela Chanceler da Alemanha Angela Merkel. Em maio de 2010 foi convidado para dirigir um concerto para o então Presidente da República Aníbal Cavaco Silva, aquando do seu Roteiro das Comunidades Locais Inovadoras no Oeste. Ainda com a West Europe Orchestra, gravou um CD dedicado à música portuguesa, a convite da editora Lusitanus Edições, em 2012 fez uma digressão à Grécia e, mais recentemente, atuou com músicos como Jorge Palma, Luís Represas, Deolinda, Paulo de Carvalho, Rita Guerra e Vitorino Salomé.

               

Em 2013 recebeu a distinção de Profissional do Ano pelo Rotary Club do Bombarral e foi um dos 12 finalistas do Concurso Internacional de Direção Solon Michaelides, entre 180 candidaturas de todo o mundo e organizado pela Orquestra Sinfónica do Chipre. Entre 2009 e 2014 lecionou as disciplinas de Orquestra, Coro, Cultura Musical e Formação Musical no Conservatório de Música de Caldas da Rainha. Em 2016 foi um dos 12 jovens maestros portugueses selecionados para participar na categoria de Direção de Orquestra da 30.ª Edição do Prémio Jovens Músicos, onde teve a oportunidade de dirigir a Orquestra Sinfónica Portuguesa.

               

É licenciado em Direção de Orquestra pela Academia Nacional Superior de Orquestra, onde estudou sob a orientação do maestro Jean-Marc Burfin. Atualmente, é professor no Conservatório de Música da Metropolitana, Diretor Artístico da Orquestra Juvenil Metropolitana e frequenta o Mestrado em Direção de Orquestra na Escola Superior de Música de Lisboa.