Programação Artística e Pedagógica

Sinfonia Militar

facebook Instagram Youtube

Academia Nacional Superior de Orquestra

Programação Artística e Pedagógica


Sinfonia Militar


>Anterior Seguinte
16

AUDITÓRIO DA REITORIA DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA


Sinfonia Militar

Ambas da autoria de Mozart, não se confunda a Serenata Haffner com a Sinfonia N.º 35, que também se conhece por esse nome. A primeira consiste numa série de peças que ora se parecem com andamentos de uma sinfonia ora com andamentos de um concerto para violino. Terá sido tocada durante as festividades do casamento da filha de um distinto empresário de Salzburgo, em 1776. O maestro e violinista italiano Enrico Onofri selecionou algumas dessas partes para dar início a este seu programa à frente da OAM. Escolheu ainda a Sinfonia N.º 100 de Haydn, que se chama «Militar» em virtude dos arquétipos sonoros do segundo andamento, com percussões e «chamamentos» de trompete. Foi composta para a segunda digressão que Haydn fez a Londres, entre meados de 1794 e princípios de 1795. A respeito desta obra, a imprensa inglesa evocou disparos de canhões, a dimensão épica da guerra, o horror do sofrimento – a Guerra dos Sete Anos era então uma memória recente. Com tais argumentos, e com o entusiasmo e mestria de Onofri, adivinha-se uma experiência inesquecível para os jovens músicos da Academia da Metropolitana, mas sobretudo para o público presente.

 

SINFONIA MILITAR
Orquestra Académica Metropolitana

Sexta-feira, 16 de março, 21h00, Auditório da Reitoria da Universidade Nova de Lisboa


W. A. Mozart Serenata Haffner, KV 250/248b (excertos)

J. Haydn Sinfonia N.º 100, Hob I/100, Militar


Enrico Onofri Direção Musical 

 

5€
BILHETES A VENDA
Na sede da Metropolitana, segunda a sexta - 10h30 > 17h30
No dia e local do concerto, a partir das 20h00