Apresentação

facebook Instagram Youtube

Academia Nacional Superior de Orquestra

Apresentação


A AMEC | Metropolitana é uma instituição cultural sem fins lucrativos constituída em Março de 1992 com o objetivo de divulgar e ensinar a música clássica.

Conteúdo Apresentação

Conselho de Direção
António Mega Ferreira | Pedro Amaral | Nuno Bettencourt Mendes


 

A Academia Nacional Superior de Orquestra (doravante ANSO) abriu em Outubro de 1992 e foi oficialmente reconhecida pelo Ministério da Educação em 15 de Novembro de 1993 (Portaria n.º 1202/93). Esta instituição de ensino superior politécnico, particular e cooperativo, constitui uma das vertentes do projeto da AMEC / Metropolitana, que integra o ensino artístico especializado da música, o fomento do conhecimento musicológico, o desenvolvimento da cultura e difusão musical, mormente erudita, e a ligação da música às outras artes e à ciência, para isso contando com as atividades previstas anualmente na Temporada da sua orquestra, a Orquestra Metropolitana de Lisboa, constituída por cerca de 40 músicos residentes. As outras instituições do projeto, de nível não superior, do projeto incluem o Conservatório de Música da Metropolitana e a Escola Profissional Metropolitana. É, portanto, a AMEC/ Metropolitana – associação cultural sem fins lucrativos e declarada de utilidade pública – quem assegura a gestão da ANSO.

 

No ano letivo de 2007/2008 tiveram início as novas licenciaturas da ANSO, para os cursos de Direção de Orquestra, Instrumentista de Orquestra e Piano para Música de Câmara e Acompanhamento, adaptadas de acordo com a declaração e processo de Bolonha, devidamente registadas junto do ministério da tutela, e com a duração de seis semestres.

 

Os alunos do Curso de Instrumentista de Orquestra da Academia Nacional Superior de Orquestra constituem a Orquestra Académica Metropolitana, atualmente com cerca de 80 elementos, que é o eixo central da formação ministrada neste estabelecimento de ensino, apresentando uma média de 20 concertos anuais. Esta orquestra é dirigida pelo Maestro titular Jean-Marc Burfin, que é também o seu Diretor Artístico, e pelos alunos do Curso de Direção de Orquestra, servindo assim de instrumento prático para a sua formação avançada.

 

Com os seus 29 grupos de música de câmara, a Academia Nacional Superior de Orquestra proporciona aos alunos uma prática fundamental para a sua formação profissional, aproveitando todas as sinergias desta instituição. Valoriza desta forma o desenvolvimento pedagógico individual e a capacidade de trabalho em grupo, bem como a criação e continuidade de novos grupos de música de câmara, fazendo aumentar muito significativamente o número de recitais e projetos culturais junto da comunidade, quer na área metropolitana, quer noutras regiões do país.

 

Por último, em função dos recursos financeiros disponíveis, a Associação Música, Educação e Cultura - o Sentido dos Sons concede Bolsas de Estudo, ou Redução de Propinas, a alunos de licenciatura da Academia Nacional Superior de Orquestra, após análise das respetivas situações económicas, familiares e de aproveitamento escolar, para que assim possam prosseguir os seus estudos musicais a nível superior, mediante contrapartidas de interesse pedagógico que estão consignadas no respetivo regulamento.